Água e Terra

Maria Altina Martins, Fernando Marques Penteado

entretecido interlace galerias municipais
1/2

Esta conversa apresenta o trabalho de Maria Altina Martins e Fernando Marques Penteado. Os artistas estarão em diálogo com o curador da exposição e diretor das Galerias Municipais Tobi Maier. Por ocasião do evento, as Galerias Municipais lançarão o fanzine da exposição, editado em colaboração com a designer Ana Baliza.

A tapeçaria de Maria Altina Martins foi profundamente influenciada por uma longa estadia no norte da Índia, na cidade de Varanasi, considerada a capital espiritual do país. Altina Martins explora os temas da maternidade, da fertilidade e da natureza através da experimentação contínua das possibilidades da fibra e do tecido. “Caravela”, “Ártico”, “Plâncton” e “Vento” incorporam fibras de algodão, lã e seda, inox, cobre, madeira, vidro, acetato e diferentes tipos de papel. Os trabalhos viscerais de Altina Martins são uma memória vívida das possibilidades da amálgama material na arte têxtil.

Combinando o bordado com objetos e textos encontrados, muito do trabalho recente do artista luso-brasileiro Fernando Marques Penteado é inspirado em romances policiais, que se desdobram e se traduzem na criação de personagens imaginadas. Para esta exposição, Marques Penteado projetou um novo corpo de trabalho inspirado nas vindas frequentes a Portugal desde os anos 70, e num período de residência no Porto, entre 2014 e 2018. A instalação intitula-se “Culturas em um mapa” e contém mapas, bandeiras e legendas bordadas. O desenvolvimento deste corpo de trabalho teve como ponto de partida os mapas ROTEP do Turismo de Portugal, dos anos 50 e 60, que o artista adquiriu num alfarrabista em Lisboa. Cada mapa ROTEP descreve um dos 272 concelhos de Portugal. O seu desenho original, com informação precisa e acompanhada de curiosos comentários, inspirou o artista. Marques Penteado selecionou oito concelhos e interpretou-os em desenhos e bordados, resultando uma instalação que concetualmente oferece várias entradas: da etnografia à topografia, da arqueologia à história, e o atual papel do turismo para o país. Outras obras da série bordadas à mão, em algodão e lã, retratam as profissões tradicionais do Pescador ou da Lavadeira, animais como a lagosta e indústrias como a destilaria e a exploração mineira. Se, à primeira vista, “Culturas em um mapa” parece referir-se ao contexto português imediato, encontra também tradução numa das áreas favoritas de Marques Penteado: os magnéticos signos do zodíaco.

ler mais
ler menos

Exposição Relacionada

Data
Título
Artistas
Curadoria
Galeria
08.04.2021
– 06.06.2021
Entretecido | Interlace
Ana Silva, André Sousa, Ani Schulze, Axel Stockburger, Ben van Meter / Alexandra Hart, Cecilia Vicuña, Clemente Padín, Coletivo Siroco, Constança Entrudo, E.M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar, Fernando Marques Penteado, José de Almada Negreiros, Karl Kempton, Leda Catunda, Maria Altina Martins, Melissa Stabile, Mónica de Miranda, Namsa Leuba, Nenad Bogdanović, Paula Baeza Pailamilla, Paula Claire, Paula Rego, Sofia Montanha, Sonia Delaunay
Tobi Maier
Pavilhão Branco