Dulce d´Agro – uma história da Galeria Quadrum 

Adelaide Duarte

Alberto Carneiro apresentou a sua obra na Galeria Quadrum em cinco exposições individuais entre 1973 e 1981. A sua obra também está a ser exibida na Galeria Quadrum na exposição atual “Topografias Rurais”. A apresentação de Adelaide Duarte surge no âmbito da exposição “Topografias Rurais”, e pretende discutir o impacto que a programação da galeria Quadrum teve na vida cultural portuguesa dos anos 1970 e posteriores. Também pretende entender as relações que a sua fundadora Dulce D’Agro desenvolveu com um conjunto de artistas e curadores, importantes para a consolidação de uma estratégia de divulgação da arte. Por outro lado, ainda, deseja compreender o incentivo da Quadrum na internacionalização dos artistas portugueses, através da presença continuada em feiras de arte e de uma política de intercâmbio de artistas com algumas galerias europeias.

A Galeria Quadrum foi uma galeria de arte de vanguarda, ativa em Lisboa durante vinte e dois anos (1973-1995). Para além do esforço em internacionalizar os seus artistas, divulgando a sua obra em feiras de arte e promovendo o intercâmbio de exposições com galerias europeias, D’Agro também viabilizou cursos de arte e ateliers experimentais, contribuindo para a formação de públicos de todas as idades. A importância da sua ação na vida profissional dos artistas, a influência que exerceu junto de colecionadores e galeristas que posteriormente replicaram a sua estratégia, e o impacto da atividade da galeria na vida cultural portuguesa, ao longo do último quartel do século XX, fazem dela uma figura mítica na cultura portuguesa. Desde 2010 a Galeria Quadrum é gerida pelas Galerias Municipais.

ler mais
ler menos

Exposição Relacionada

Data
Título
Artistas
Curadoria
Galeria
08.12.2019
– 23.02.2020
Topografias Rurais
Alberto Carneiro, Ana Lupas, Lala Meredith-Vula, Claire de Santa Coloma
Tobi Maier
Galeria Quadrum