HHY (2019)

Jonathan Uliel Saldanha

A partir de uma mesa de mistura Jonathan Saldanha opera a sua cifra HHY, colidindo sons provenientes de zonas diferentes do seu trabalho onde sistemas de percussão, electrónica e voz se reorganizam em espectro e pressão. Construtor sonoro e cénico, Jonathan Uliel Saldanha opera com o seu trabalho sistemas onde pré-linguagem, cristalização, animismo e eco se deslocam entre o som, luz, espaço e gesto. Para além de VOCODER & CAMOUFLAGE, instalação apresentada nesta exposição, apresentou ainda em 2019 a peça SCOTOMA CINTILANTE, para coro de cegos e partitura-escultura (Universidade Católica do Porto, Teatro Nacional São Carlos Lisboa) na Bienal BoCa de 2019, e BROKEN FIELD ATLANTIS um concerto com partitura de luz (TM Rivoli)

Exposição Relacionada

Data
Título
Artistas
Curadoria
Galeria
16.05.2019
– 01.09.2019
Ponto de Fuga – Obras da Coleção António Cachola
Alexandre Estrela, Alice Geirinhas, Ana Jotta, Ana Manso, André Cepeda, Andreia Santana, Catarina de Oliveira, Diana Policarpo, Diogo Evangelista, Filipa César, Gonçalo Sena, Horácio Frutuoso, Igor Jesus, Joana da Conceição, Joana Escoval, Jonathan Uliel Saldanha, José Pedro Croft, Luisa Cunha, Mariana Silva, Mauro Cerqueira, Nuno da Luz, Pedro Neves Marques, Priscila Fernandes, Ramiro Guerreiro, Salomé Lamas, Vasco Araújo, Von Calhau!
João Laia
Torreão Nascente da Cordoaria Nacional