Jornada “Para ser visto: em torno da obra de Pedro Morais”

Pedro Morais, Óscar Faria, Rui Calçada Bastos, Edgar Massul, Marta Soares, Francisco Tropa, João Fernandes, Tomás Maia, José Luís Porfírio

No âmbito da exposição “Nudez – uma invariante” irá realizar-se, a 24 de Março, uma jornada de um dia destinada a aprofundar o conhecimento da obra de Pedro Morais. “Para ser visto”, título do encontro, irá reunir uma série de nomes que se cruzaram com o artista, quer através da escrita e da curadoria, quer em lugares onde receberam os seus ensinamentos. Dividida em duas partes, a jornada procurará refletir, por um lado, sobre o ensino de Pedro Morais, ministrado na António Arroio, em Lisboa, onde não só fundou o mítico “atelier livre”, mas também programou a Galeria Lino António, e, por outro, acerca do seu percurso artístico, incidindo especialmente nas exposições realizadas no Museu Nacional de Arte Antiga e no Museu de Arte Contemporânea de Serralves.

“Para ser visto”, organizado por Óscar Faria em colaboração com as Galerias Municipais da EGEAC, conta com a participação de Rui Calçada Bastos, João Fernandes, Tomás Maia, Edgar Massul, Pedro Morais, José Luís Porfírio, Marta Soares e Francisco Tropa.

10h ao 12h | Pedro Morais, Óscar Faria, Rui Calçada Bastos, Edgar Massul, Marta Soares e Francisco Tropa

15h às 17h | Pedro Morais, Óscar Faria, João Fernandes, Tomás Maia, José Luís Porfírio

ler mais
ler menos

Exposição Relacionada

Data
Título
Artistas
Curadoria
Galeria
28.01.2018
– 01.04.2018
Nudez – Uma Invariante
Pedro Morais
Óscar Faria
Pavilhão Branco