An incantation fixed at its culminating point

“An incantation fixed at its culminating point”, com curadoria de Inês Geraldes Cardoso, é a terceira exposição realizada no âmbito do Open Call – Jovens Curadores, lançado pelas Galerias Municipais/EGEAC, em 2016, com o objetivo de acolher, divulgar, apoiar a produção e o pensamento artístico contemporâneo na cidade de Lisboa. Para esta mostra coletiva foram selecionadas e exibidas pela primeira vez em Portugal obras das artistas Kasia Fudakowski, Navine G. Dossos, Rachel Pimm e Zoë Paul. Esteve patente na Galeria Municipal da Boavista entre 16 de novembro e 31 de dezembro de 2017. A publicação concernente a este projeto reúne textos de Sara Antónia Matos, Inês Geraldes Cardoso e de Kasia Fudakowski.

“Como refere a curadora Inês Geraldes Cardoso, o título da exposição baseia-se na definição de mimetismo do autor surrealista Roger Caillois. «Se, por um lado, o mimetismo é um mecanismo estratégico de defesa, por outro, implica riscos para aquele que tenta assimilar-se.» Tal é particularmente evidente na relação do sujeito com o espaço ou circunstância em que se tenta dissimular.”
– Sara Antónia Matos

“Na sua primeira apresentação em Portugal, Kasia Fudakowski, Navine G. Khan-Dossos, Zoë Paul e Rachel Pimm jogam com o apelo estético do mimetismo: os visitantes são incentivados a interromper momentos de encantamento visual e a considerar as questões implicadas em processos de imitação, reencenação, metamorfose, assimilação e invisibilidade. Em diálogo umas com as outras, as obras exploram a relevância contemporânea de fazer-se passar por outra pessos ou outra coisa e de, nesse processo, desaparecer.”
— Inês Geraldes Cardoso

“Para apresentar na abertura de uma exposição onde o (a) artista, que está presente, se apropriou de uma certa estética cultural que não é necessariamente a sua. Tanto o artista quanto o (a) entrevistador (a) não podem ter a mesma língua materna. Mas devem compartilhar uma segunda língua. Apesar de este guião ser aqui disponibilizado em português, a entrevista dever ser conduzida na segunda língua estipulada pelos participantes.”
– Kasia Fudakowski

ler mais
ler menos